Portugal4Y Logo

Golfe

Jogar golfe em Portugal fica na memória de todos os que experimentam, sempre com vontade de voltar. Os motivos? Excelentes campos em cenários deslumbrantes, clima ameno o ano inteiro e a hospitalidade e simpatia dos profissionais qualificados. 

Os campos são cerca de oitenta, com traçados variados e diferentes graus de dificuldade. Mas o maior desafio é não deixar que a beleza e a luz das paisagens envolventes quebrem a concentração no jogo. Temos greens com vista para o oceano, ladeados por falésias e dunas de areia branca. E outros enquadrados por lagos e montanhas, em que os cheiros de flores e ervas se misturam, impossíveis de distinguir.  

Muitos foram desenhados por arquitetos famosos como Henry Cotton, Rocky Roquemore ou Arnold Palmer. Têm em comum a qualidade ambiental e a harmonia com que se integram na Natureza.

O Algarve e a Costa de Lisboa são destinos bem conhecidos dos jogadores mais experientes e já foram várias vezes premiados internacionalmente. Acolhem grandes provas dos circuitos profissionais, tal como a Madeira com os seus campos de montanha.
Nos Açores, há também o golfe rústico para praticar em ambiente rural. Mas foi no Porto e Norte que tudo começou, já que em Espinho se situa o segundo campo mais antigo da Europa continental.

E se as partidas podem ser descontraídas ou muito disputadas, no final de cada uma o encontro marca-se à mesa do Clubhouse, do restaurante… para praticar um “desporto” em que os portugueses são exímios: conviver.